Cursos

Oficinas em Audiodescrição – UFBA (maio-junho, 2015)

Nos meses de maio e junho, videntes e não videntes puderam participar de um ciclo de oficinas sobre audiodescrição ministrado pela Profa. Manoela da Silva no Instituto de Letras da UFBA. A atividade, totalmente gratuita, ofereceu uma introdução ao universo da AD com discussões teóricas e exercícios práticos voltados para a descrição de material audiovisual e imagens estáticas.


linha

Introdução a Audiodescrição

A Profa. Sandra Rosa Farias ministrou vários cursos de Introdução a Audiodescriação, focando em teoria e prática em todas as etapas na Universidade Estadual da Bahia. Confira as datas abaixo:

-02 a 06/06/2014, no Núcleo de Educação Especial – NEDE/UNEB, 20hs.

– 06 a 10/10/2014, no Centro de Apoio Pedagógico ao Deficiente Visual, CAP/BA, 40hs.

– 09 a 12/12/2014, no Núcleo de Educação Especial – NEDE/UNEB, 20hs.

– 17 e 18/04 e 08 e 09/05/2015, no Núcleo de Educação Física e Esporte Adaptado – NEFEA/UEFS, 40hs.

Clique aqui para conferir a apostila do curso!

linha

Especialização em Acessibilidade Cultural – UFRJ (maio, 2013)

A Profa. Eliana Franco ministrou a disciplina “Audiodescrição” para a primeira turma da Especialização em Acessibilidade Cultural, novo curso da UFRJ, coordenado pela Profa. Patrícia Dorneles. O curso aconteceu no Museu da República, no Rio de Janeiro.

linha

Oficina “Audiodescrição por Nós Mesmos”, promovida pelo Núcleo Animazul do Instituto Marlin Azul (Vitória, ES) (Agosto 2012)

Aconteceu nos dias 24 e 25 de agosto, no Cineclube do Instituto Marlin Azul (Vitória, ES), a oficina para alunos do Ponto de Cultura Animazul e para alunos do Projeto Arte sem Limites, dirigido a cidadãos com diferentes deficiências. O resultado da oficina será a audiodescrição de dois curtas-metragens capixabas, que serão apresentados na celebração do Dia da Animação em outubro deste ano. As vagas foram esgotadas!

Confira reportagem no jornal A Gazeta de 24/08/2012 sobre o curso

Confira algumas fotos da oficina







linha

PALESTRA sobre Acessibilidade nas Artes Visuais e Audiovisuais, promovida pelo Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) (Agosto 2012)

Em 17 de agosto, a Profa. Eliana Franco proferiu palestra aberta ao público em geral. Confira as fotos abaixo:

linha

Curso de Introdução à Audiodescrição promovido pela USP (Outubro 2011)

Ministrante(s): Eliana Paes Cardoso Franco.

Objetivo:

O principal objetivo do curso introdutório à formação de audiodescritores é fornecer conhecimento teórico e prático sobre a audiodescrição, definida dentro dos Estudos de Tradução como um modo de tradução audiovisual intersemiótica que se caracteriza pela descrição em áudio – ao vivo, simultânea ou pré-gravada – das imagens de um produto audiovisual (ex. filme de cinema, programa de tv ou peça teatral) entre as falas originais do produto, com vistas a proporcionar o completo acesso de pessoas com qualquer tipo ou grau de deficiência visual ou cognitiva ao produto audiovisual. Este conhecimento básico refere-se, principalmente, às estratégias estabelecidas por audiodescritores dos Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha e Espanha, pioneiros no cumprimento da norma de acessibilidade, e Brasil, que já está criando suas próprias normas de audiodescrição. Essas estratégias, assim como estratégias tradutórias, podem ser resumidas em: percepção do “o quê” e “como” audiodescrever, preparação do roteiro da audiodescrição simultânea e pré-gravada para diferentes produtos audiovisuais, técnicas de uso de tempo, ensaio para gravação e técnicas vocais.

Programa:

A parte teórica discutirá os seguintes tópicos: – Apresentação – Definição e tipos de audiodescrição – Legislação – Pesquisa e bibliografia na área – Regras estrangeiras e brasileiras sobre e para audiodescrição – Padrão de roteiro para cinema e TV (filmes, comerciais, novelas, etc, todos pré-gravados) – Padrão de roteiro para teatro (peças e espetáculos de dança) Na parte prática serão desenvolvidas as seguintes atividades: – Uso de programa para marcação (timing) de entrada e saída da audiodescrição – Produção de roteiros para clipes de filme, comercial, peça de teatro e espetáculo de dança – Técnicas vocais para a locução da audiodescrição e revisão dos roteiros produzidos – Apresentação e discussão dos roteiros produzidos (se possível, pessoas com deficiência visual serão convidadas para avaliar, junto com o grupo, os roteiros produzidos) – Finalização do curso

Coordenação: Profa. Dra. Tinka Reichmann, da FFLCH/USP.

Vice-Coordenação: Prof. Dr. John Milton, da FFLCH/USP.

Promoção: Centro Interdepartamental de Tradução e Terminologia, da FFLCH/USP.

linha

Oficina de audiodescrição promovida pela ONG Kabum (Abril 2010)

Confira vídeo sobre o curso
http://www.youtube.com/watch?v=XLyy1hiwm6w

linha

Curso de Audiodescrição na UFMA (Maio 2009)

Fotos do Curso





linha

Curso de Audiodescrição na UFBA (Setembro 2008)

A Profa. Eliana Franco ministrou a disciplina “Audiodescrição” para a primeira turma da Especialização em Acessibilidade Cultural, novo curso da UFRJ, coordenado pela Profa. Patrícia Dorneles. O curso aconteceu no Museu da República, no Rio de Janeiro.